Você conhece os sintomas do TDAH?

Você está desconfiada se seu filho possa ter o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), porém, só sabe dizer que ele é inquieto e muito agitado? Vou te falar neste artigo, os principais sintomas desta neurodiversidade tão popularizada no momento atual.

Bem, antes de tudo, caso ainda não saiba, meu filho mais velho hoje tem 11 anos, ele nasceu prematuro extremo e foi diagnosticado com TDAH em fator Combinado aos 6 anos. Bom, nascer prematuro já é uma vitória, agora nascer prematuro extremo é um verdadeiro milagre! 

Meu menino nasceu com 615g, passou 3 meses e meio na UTI, e teve mais idas do que vindas em escolas por aí. Ao sair da UTI ninguém te prepara para uma criança TDAH, mas já unidade de tratamento intensivo, as enfermeiras me avisavam, os prematuros extremos são os piores, prepare-se! 

TDAH

Só fui descobrir o sentido daquela frase quando meu pequeno prematuro entrou na primeira série do ensino fundamental. Se você desconfia que seu pimpolho ou pimpolha possa ser um neurodiverso TDAHdeve saber primeiramente que:

Existem centenas de tipos de transtornos, sendo que alguns deles são bem parecidos, então, sabendo-se disso: APENAS UM PROFISSIONAL DA ÁREA vai dizer realmente se o seu filho possui TDAH.

Mas vamos voltar ao foco… Você deve ter se perguntado: “Poxa, mas como ela descobriu que seu filho tem TDAH? Quem notou a primeira suspeita?”. Você nem desconfia? Sim… quem suspeitou foi a professora, porém, ela não veio e disse: “Mãe, acho que seu filho possui Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade”. 

A professora chegou e disse: “Mãe, seu filho é diferente! Ele precisa de ajuda de uma psicóloga, urgente!”. Bom, nem preciso dizer que minha mente balançou, desequilibrou e também de frustou eu confesso. Sou professora! Como meu filho é diferente? O que isso quer dizer? Ali, nem mesmo a professora havia conhecimentos sobre o TDAH e eu precisava tomar uma atitude.

Quando veio o diagnóstico?

O diagnóstico não veio rápido, nem foi fácil, nem simples de digerir. Quem falar pra você que saber que seu filho possui TDAH e que vai ser fichinha de conviver, está de fato Mentindo!

TDAHAssim que a professora me falou que meu filho era “diferente”, tomamos como aviso, escutamos todos os seus problemas… Não caro leitor… Não os problemas de aprendizagem do meu filho, mas sim, da turma e da professora, pois ela não conseguia “lidar” com a situação toda em sala de aula, em outras palavras: não estava apta para isso.

Seus problemas eram graves! Ela não conseguia dar aula pois meu filho não parava quieto, ela não conseguia ensinar nada pra ele, pois, ele não se concentrava em nada, queria apenas brincar, ou correr no meio das classes. Ela ficava preocupada, pois, meu filho fugia das suas aulas quando ela virava pro quadro.

Ela não sabia como agir, quando meu filho batia em algum colega, ou puxava os cabelos das meninas, ou rasgava algum trabalho que um colega produziu. Sim, meu filho ficava extremamente frustrado por não conseguir terminar seus trabalhos, então, na cabeça dele, os outros também não poderiam, portanto ele rasgava o primeiro que via pela frente.

Eu apenas citei alguns dos problemas da professora… Esta me chamava praticamente TODOS os dias da semana na escola, para falar sobre os problemas dele. Lembro de ser questionada: “Mãe, seu filho já está sendo tratado?” ou “Mãe, ele precisa ser medicado.”

Eu simplesmente dei um basta! Cansei dos olhares, das pessoas se afastando de nós quando eu chegava para buscá-lo na escola, dos amiguinhos correndo pra longe do meu filho. Eu precisava saber o que o meu filho tinha! Sim, procurei um neurologista.

Conheça os 6 principais sintomas do TDAH:
TDAH

A solução? Não, teve mudança de vida! De pensamento! De visão para os meus próprios alunos! Depois de muitas perguntas, exames, entrevistas, tanto com meu filho, que havia apenas 6 anos, quanto para nós pais e para os professores, depois de muita conversa e preenchimento de questionários, veio o diagnóstico: TDAH em fator Combinado.

Ok, TDAH. O que é Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade? Oi? Como eu que sou professora, não possuo conhecimento disso? Está bem, depois de passada a frustração, vamos aos sintomas desta neurodiversidade:

  • Inquietude
  • Impulsividade
  • Desatenção
  • Dificuldade de aprendizagem na escola
  • Hiperativo
  • Desorganizado

Show de bola, só que não. Estes são os principais sintomas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Eu procurei um neurologista, mas para diagnosticar, outros profissionais podem fazer, tais como:

– Fonoaudiólogo
– Psiquiatra
– Psicólogo

Depois do diagnóstico, vem o tratamento, para que isso ocorra, você precisa estar em contato direto com a escola e com os profissionais da área médica! Sem isso o tratamento não irá fazer efeito.

Tem mais sintomas?

Sim existe sim. E você precisa saber que esta neurodiversidade, infelizmente, não possui cura, apenas tratamento. Se seguir o tratamento corretamente, a pessoa terá uma vida “normal”. Quando não tratado, pode ainda apresentar outros sintomas e ter sua vida social prejudicada:

– Baixa autoestima
– Relacionamentos problemáticos
– Agressão
– Excitabilidade
– Irritabilidade
– Falta de moderação
– Dificuldade de concentração
– Esquecimento ou falta de atenção
– Ansiedade
– Raiva
– Depressão

Sim, fora que você vai ter que ver o nível de TDAH, pois não existe apenas um. Ao entrar com o tratamento de psicoterapia, psicopedagogia e psiquiátrico, acredite, seu mundo muda e com ele o seu filho. É como se tudo fizesse sentido, depois de ter o diagnóstico, você entende o porque de muitos pontos de interrogação.

Eu passei a ver meu filho e alunos com outros olhos, passei a ver que se não era bom em uma coisa, era muito bom em outra. Passei a ver que havia milhões de perguntas em sua mente, passei a ver que para ensinar, bastava mudar a estratégia, para fazer ele se interessar, bastava mudar a técnica, para fazer ele parar, bastava contar de outro modo.

TDAH

Mas pais, isso demanda tempo, paciência e muito, mais muito carinho! Não espere os resultados do dia para a noite! Isso é impossível! Você deverá entender, que se gritar, pode ser pior, que se castigar, pode ser pior, que se não escutar, pode ser pior! 

Para muitos isso é complexo, mas se você realmente ama, você verá que ter TDAH não é um bicho de 7 cabeças, é apenas uma fase de um jogo, que você deverá se esforçar ao máximo para poder passar de fase e se aperfeiçoar cada vez mais!

Quer saber mais sobre o TDAH? Leia o artigo: Como Saber se Meu Filho Tem TDAH, clicando AQUI.

Gostou do artigo? Possui dúvidas, críticas ou sugestões? Escreva nos comentários!

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here